Vamos alegrar um pouco mais nossas vidas?

29 ago

Olá queridos leitores!
Já que o clima está esquentando, trago um post que tem tudo a ver com calor – Cores.
Essa é a minha quentinha de hoje.
Cores deixam qualquer ambiente mais alegre e são diversas as formas de deixar sua casa mais bonita, sem deixá-la parecendo uma “feira” com tantas cores misturadas sem sentido.
Pra quem gosta de ousar, vale a pena aplicar cores nas paredes e no mobiliário, para quem não gosta de tanta ousadia assim, vale a pena apostar em paredes coloridas e móveis neutros ou vice versa.
Vou mostrar um exemplo de apartamento que seguiu exatamente essa linha de raciocínio, paredes neutras e móveis super coloridos.
Veja só como funciona.



Na sala foram usadas coisas bem simples que fizeram toda a diferença.
Podemos observar de uma maneira geral nesse ambiente que foram usadas cores neutras nas paredes, o sofá numa tonalidade um pouco mais escura e mesinha de centro e cadeiras em cores neutras (tirando a cadeira verde que faz parte de outro ambiente) e o pufe colorido.
E o que deu um toque especial nisso tudo?
O tapete, as almofadas e o adesivo nos degraus da escada, sem contar o quadro que deu um efeito super bacana.
Viram como um coisa bem simples fez diferença?
Os nichos embaixo da escada além de serem uma boa forma de ocupar bem o espaço, também servem como parte dessa decoração colorida, se você não é muito fã de tapetes, pode colocar naqueles nichos livros coloridos ou qualquer outro tipo de objeto colorido de sua preferência.

Vamos para outro ambiente.



Na cozinha a linha de raciocínio é a mesma, parede neutra, objetos em sua maioria neutros e cadeiras e tapete com bastante cor.
O modelo arredondado das cadeiras também trazem um charme especial.
Nesse ambiente as cores nos despertam até um outro olhar, cores bem brasileiras não é mesmo?



Coloquei a primeira imagem para chamar a atenção do objeto na parede, entre as janelas, o livreiro.
Além das paredes serem brancas, encontramos um livreiro que quase se perde na parede, se não fosse pela sua forma nada convencional. Esse é um grande exemplo do que eu tinha falado lá em cima, viram como objetos simples como livros coloridos dão um efeito bem diferente?!
A segunda imagem mostra a mesma coisa, cores completamente neutras encontram-se nesse ambiente, porém o que dá personalidade, são os livros e o quadro.

Espero que tenha conseguido mostrar pra vocês segredinhos simples para deixar suas casas mais “alegres”.
Invistam sempre em cores, elas nunca saem da moda e deixam qualquer ambiente mais despojado e divertido.

Curtiu?
Acesse meu Facebook
Essa foi a minha quentinha da Segunda-feira.
Bom início de semana à todos.
E até Quarta.

Faça você mesmo: Espelho Estilizado

26 ago

Olá queridos leitores.
Nesse friozinho de sexta-feira, que tal arregaçar as mangas e fazer um espelho super bonito para decorar sua casa?
Sabe aquele espelho velho que você tem em casa e não aguenta mais olhar pra ele? Que tal dar uma cara nova para o mesmo e deixá-lo super bonito decorando seu quarto, sua sala, seu banheiro ou até mesmo colocá-lo na entrada da sua casa, afinal, quem nunca foi na casa de alguém e ao entrar pela porta se deparou com um espelho super bonito. Pois é, espelhos além de dar um efeito óptico de ampliação de espaço, deixam o ambiente mais sofisticado, basta saber aplicá-los. Essa é a minha quentinha de hoje, um espelho bem facinho de fazer, basta ter paciência e deixar a criatividade fluir.


Bonito não é mesmo?
Vamos começar a fazê-lo então?

Para começar, vocês vão precisar de:
– Arame de alumínio vermelho ou cor de sua preferência
– Espelho de 40 x 40 cm
– Cola universal transparente
– Alicate de ponta redonda


Com um alicate de ponta redonda, segure o arame por um extremo e enrosque-o formando
um pequeno desenho geométrico.Corte e repita o procedimento até obter várias peças de
diferentes tamanhos.


Cole as peças com cola universal nas margens do espelho. Deixe secar.

Fácil né?!
O legal é deixar a criatividade rolar e fazer várias formas de desenhos e utilizar tamanhos diferentes de espelhos.

Curtiu?
Acesse meu Facebook
Essa foi a minha quentinha da Sexta-feira.
Bom final de semana para todos. Boa balada 😉
Até Segunda.

Cadeiras, cadeiras e mais cadeiras

24 ago

Bom dia queridos leitores.
A semana está passando e o friozinho não né?!
Então trago a minha quentinha da Quarta-feira.
Garimpando pela internet encontrei um site muito legal. O Doiz Design, eles são do Rio de Janeiro e fazem um trabalho muito legal quando o assunto são cadeiras.
No entanto não são cadeiras comuns, o design delas trás uma cara única, especial e jovem, o que é perfeito para deixar um ambiente com um toque pessoal e diferenciado.
O designer de móveis responsável é Zanini de Zanine, filho do autodidata paisagista, designer e arquiteto Zanine Caldas.
Com a Doïz, Zanini ganhou o prêmio Ideia Brasil na categoria Destaque Inovação, em 2010.
Ta curioso pra ver qual é o estilo único de cada cadeira né?
Vamos lá, Confira!

Esse é o Banco Bar, criado em 2007, feito de plástico rotomoldado.
Tabela de cores disponíveis encontra-se na imagem.



Essa é a Poltrona Skate, criado em 2001, feita de aço inox e assento e encosto de shapes de skate de madeira laminada.
O legal essa poltrona é que você mesmo pode montar, basta escolher os shapes.


Banco Cê Senta, criado em 2009, feito de aço inox e assento de alumínio.


Poltrona Trez, criado em 2010, feita de chapa de aço com pintura eletrostática.
Tabela de cores disponíveis encontra-se na imagem.

Além de cadeiras, encontramos também, sofás, poltronas, mesas e cabideiro.





Esse é o sofá Jetson, criado em 2009, feito de madeira maciça de reflorestamento, estofado em espuma de polipropileno e pés em alumínio escovado.


Essa é a Poltrona 50, criada em 2010, feita de madeira de reflorestamento, estofado em espuma de polipropileno e pés em madeira.


Essa é a mesa de jantar pipa, criada em 2010, feita de compensado laminado e metal.


Esse é o cabideiro rodas, criado em 2001, feito de aço inox e rodas de skate.

Muito legais esses móveis né?
Dão uma cara super descontraída e jovem para qualquer ambiente.
A poltrona Skate foi utilizada na Casa Cor do Espírito Santo, pelos Designers Katherline Torezani Colodetti e Vinicius Alberto Morais.

Curtiu?
Acesse meu Facebook

Essa foi a minha quentinha da Quarta-feira.
Boa semana a todos.
E até Sexta.

Tapete de papel?

22 ago

Bom dia queridos leitores.
Depois de um final de semana frio, trago minha quentinha do começo da semana.
Começo o post de hoje mostrando um tapete realmente incrível e completamente trabalhoso.
Trabalho realizado pelo artista Jonathan Bréchignac, durou cerca de 15 meses para ser finalizado. Para a realização desse trabalho foi utilizado somente caneta Bic preta e muita criatividade.
Com a intenção de criar um tapete de oração muçulmano, essa peça conta com minuciosos detalhes e diferentes formas que criam um todo, usando apenas uma única ferramenta. A inspiração veio de diferentes tipos de arte, como a francesa e a japonesa, e também camuflagens militar, juntos criam um maravilhoso efeito.
Para poder suprir seu verdadeiro papel de tapete, o desenho será colocado entre dois pedaços de acrílico.

Confira!

Muito bacana o trabalho dele não é mesmo?
Queria eu ter essa paciência para poder fazer uma peça tão original e única dessa dimensão.
Realmente um trabalho de arte de grande merecimento.

Curtiu?
Acesse meu Facebook

Essa é minha fonte de inspiração da Segunda-Feira.
Uma boa semana pra todos.
E até Quarta.

Exposição Geômetra – Geometria e Fluorescência!

19 ago

Antes de começar o post de hoje peço desculpas para meus leitores pelo tempo que fiquei sem postar no blog, mas, começo de aula, último semestre da faculdade, TCC, então já viu né?! Mas vou fazer o possível pra que esses compromissos pessoais não interfiram no blog. Farei o possível pra sempre trazer novidades bacanas pra vocês.
E falando em novidades bacanas, tenho uma quentíssima.
Dois sábados atrás eu estava passeando pela feira da Praça Benedito Calixto, aproveitei e passei na Feira de Moda e Design Como Assim?!… localizada na Benedito Calixto também e encontrei os meninos da Geômetra montando sua nova exposição.
Mas… Quem são os Geômetra?
Geômetra é um coletivo que desde 2006 desenvolve instalações de arte nos festivais de Trance e cultura alternativa pelo Brasil. Através da geometria e de materiais que reagem de formas especiais à luz, transforma ambientes convencionais em universos coloridos e repletos de magia.

Veja o começo da instalação para a exposição Geometria e Fluorescência!

Muito bacana não é mesmo?
Eu pelo menos adorei a idéia e a sensação vista de perto é incrível, vale a pena tirar os olhos da telinha e ir pessoalmente conferir esse trabalho.
Conto com a presença de todos.

A exposição começa amanhã (Sábado, 20/08) das 14:00 – 18:00 no Espaço Cultural da Feira de Moda e Design COMO ASSIM?!…
End: Pça. Benedito Calixto 158, subsolo
A entrada é gratuita
A exposição vai ficar no local por cerca de um mês. De segunda a Sexta – feira das 10:00 – 18:00
As obras estarão à venda à partir de R$ 60,00.
O evento ainda conta com a participação do DJ Edu Lima e da Equipe BIOLUMINI .

Aposto que deu aquela vontade de quero mais né?!
Então aproveite o sábado a tarde pra conhecer o espaço Cultural Como Assim?! E prestigiar a abertura da exposição Geômetra – Geometria e Fluorescência!
Mesmo sabendo que a exposição vai durar todo o mês, vamos fazer todo o esforço possível para ir na abertura, vamos dar essa força para os meninos e prestigiar esse belíssimo trabalho.
O próximo passo é confirmar sua presença no evento do Facebook

Fica ai a super dica da Sexta-feira e não se esqueça, o evento é amanhã.

Curtiu?
Acesse meu Facebook

Melissa Power of Love

1 ago

Quem mora em São Paulo conhece bem a Galeria Melissa e para nós que somos meninas então, adoramos!!!
Sabemos que na entrada da galeria sempre tem idéias novas para chamar nossa atenção, cores vibrantes, imagens diferentes e principalmente os materiais que eles utilizam para montar esses painéis.
Em parceria com a 3M® a nova ação da Melissa é criar enormes painéis na fachada utilizando apenas Post Its®. Foram, utilizados 350 mil folhas de Post Its® para montar esse painéis que criam movimento e vida.
O mais bacana de tudo é que a fachada virou um grande quadro de avisos, afinal quando passamos por lá e olhamos aquele monte de Post Its® coloridos bate a vontade de deixar nossa marquinha. E por que não?
Isso mesmo, o barato no fim, é olhar aquele painel imenso e deixar um recado bem bacana por lá e foi isso que 30 mil pessoas fizeram!

Achou legal e quer conferir? Dá uma olhadinha no vídeo abaixo e entre no clima “Melissa Power of Love”

Gostou do vídeo e quer deixar seu recadinho lá também?
Não perca tempo, a Galeria Melissa fica situada na Rua Oscar Freire, 827 – São Paulo / SP
Segunda a sexta, das 10h às 19h; sábado, das 10h às 17h.
(11) 3083-3612

Fica ai a dica dessa Segunda-feira.
Curtiu?
Acesse meu Facebook

Vincent Van Gogh

29 jul

Nasceu na Holanda, no dia 30 de março de 1853.
Aos 20 anos foi morar em Londres, onde surgiu seu interesse por assuntos religiosos e assim resolvendo estudar Teologia. Na Bélgica atuou como pastor por seis meses, foi então que começou a se impressionar com a vida e trabalho dos pobres mineiros, dando início a seus primeiros desenhos à lápis.
Em 1880 voltou a cidade de Haia, onde começou a se dedicar à pintura,começando a trabalhar jogos de luzes em suas obras, retratando a vida cotidiana dos camponeses e dos trabalhadores da zona rural.
Anos depois foi morar em Paris com seu irmão, conhecendo assim, grandes pintores da época representantes do impressionismo.
Dois anos depois de chagar à França , vai para a cidade de Arles, região rica em paisagens rurais, foi então que começou a pintar seus famosos girassóis. Foi em Arles também que vendeu seu único quadro em vida, “A Vinha Encarnada.”
Tempos depois Van Gogh foi morar no sul da França com seu amigo “Paul Gauguin”, porém com o tempo surgiu os desentendimentos dos dois e quando Gauguin voltou para Paris, Van Gogh entrou em depressão, começou a ter ataques de violência e comportamentos agressivos, período em que chegou a cortar a própria orelha.
Seu estado psíquico refletiu em suas obras, a técnica do pontilhismo agora passava a ter pinceladas pequenas e rápidas. Quando foi internado numa clínica psiquiátrica, o jardim do local passou a ser fonte de inspiração, surgindo em suas telas as curvas em espiral.
Tempos depois deixou a clínica e voltou à Paris, próximo do irmão e do médico que iria tratá-lo, o mesmo médico que foi retratado em uma de suas obras “Retrato do Doutor Gachet”.
Em Julho de 1892, atirou em seu próprio peito, vindo a falecer 3 dias depois.

Suas obras mais famosas são:

O Quarto

Vaso com Doze Girassóis

Depois desse apanhado de informações, desejo um fim de semana mais culto para todos!

Beijos e até segunda-feira!

Curtiu?
Acesse meu Facebook